11/4/2016 18:41

Empresários confirmam que Pato não voltará mais ao Brasil

Alexandre Pato não deverá mais retornar ao Brasil. O atacante já foi noticiado por seus empresários de que ele continuará na Inglaterra até o final do ano.

Vale lembrar que o atleta tem vínculo com o Corinthians até dezembro de 2016 e está emprestado ao Chelsea até julho. O montante de R$ 800 mil por mês, referente ao salário de Pato, é bancado integralmente pelos ingleses.

Até o fim do empréstimo serão ainda mais seis partidas dos Blues. No entanto, os agentes Gilmar Veloz e Kia Joorabchian já revelaram a Pato que ele pouco entrará em campo nesses jogos restantes. Isso porque a ideia da diretoria do Chelsea é expor ao mínimo o jogador, para não atrair outros times.

A executiva russa Marina Granovskaia, braço direito de Roman Abramovich, que é dono do clube, tem o intuito de mantê-lo por mais seis meses e após esse período ficar com Pato de graça, visto que ele não teria mais vínculo nenhum com o Corinthians.

A cúpula Alvinegra já está satisfeita por ter que pagar os últimos seis meses de salário, economizando assim R$ 4,8 milhões. Mesmo que não dê certo no Chelsea, os empresários disseram que ele continuará atuando no futebol da Inglaterra, em clubes que são muito ligados ao agente Kia Joorabchian, como West Ham e Tottenham.

Raony Coronado
https://www.facebook.com/Raony-Coronado-Jornalista-161653870851163
Repórter no Tudotimao.terra desde 2014. Formado em jornalismo pelo Mackenzie em 2012, o jornalista atua na área esportiva há 5 anos. Com experiência em vários veículos, passou pelo diário LANCE!, atuou como apresentador esportivo na TV Cidade de Osasco e atualmente trabalha em mídias onlines.

465486 visitas - Fonte: tudotimao.terra

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

jogador enganador graças fica ai mesmo virou bambi tambem

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias